Euribor: tudo o que deve saber

29 de Dezembro, 2020 | por Cláudia Oliveira

Se vai comprar um casa e recorrer a um Crédito Habitação, certamente que a palavra “Euribor” já lhe deve ter sido apresentada. Mas será que sabe exatamente o que é e qual a influência que pode ter na sua vida?

Para quem compra casa com recurso a crédito, sabe que a Euribor é um conceito bem presente durante esse processo. É normal que já lhe tenham falado na Euribor e não tenha percebido na prática o porquê de ser usada e qual a influência que pode ter na prestação a pagar.

A pensar nisso, reunimos algumas perguntas e respostas para que, de uma forma simples, descodifique e compreenda o que é a Euribor e entenda finalmente porque é tão importante para quem contraiu um Crédito Habitação.

Como surgiu a Euribor?

O início da Euribor aconteceu na mesma altura da moeda Euro, em 1999. Apesar de ser conhecida como Euribor, o nome oficial é European Interbank Offered Rate.

A criação na mesma altura do euro aconteceu com o objetivo de harmonizar as taxas de juro interbancárias na zona euro, a partir do momento em que uma só moeda passasse a circular entre os países.

Como se calcula?

Bem, comece por olhar para os Bancos como instituições que também precisam de empréstimos de dinheiro. Quando os bancos emprestam dinheiro uns aos outros, também se cobram juros. E onde entra aqui a Euribor? A Euribor baseia-se exatamente neste tipo de transações. Ou seja, é um indicador que traduz a taxa de juro dos empréstimos que os bancos comerciais fazem entre si na zona euro.

Para se chegar ao valor de cada taxa, calcula-se uma média dos juros contratados entre esses bancos, excluindo 15% das taxas mais elevadas e 15% das mais baixas. O valor final é depois arredondado a três décimas.

Esse cálculo é feito diariamente pela Federação Europeia de Bancos e as taxas são comunicadas às 10 horas de Lisboa.

O que são os prazos de 1, 3, 6  ou 12 meses?

Quando se fala em Euribor como se fosse apenas uma única taxa, não é algo correto. Na verdade, devemos olhar para a Euribor como um conjunto de várias taxas, dependendo dos prazos. Os prazos da Euribor mais comuns são de 3, 6 e 12 meses. O prazo a aplicar ao seu crédito é escolhido por si.

E como funcionam esses prazos na prática? Isto significa, por exemplo, que se o indexante do seu empréstimo for a Euribor a 6 meses, então de 6 em 6 meses o valor da sua prestação será revisto e atualizado. Nesse momento, o valor da Euribor é calculado com base na média aritmética simples do mês anterior e fica a vigorar durante o período seguinte.

Quer acompanhar os valores atualizados das taxas Euribor? Pode fazê-lo 👉 aqui. Disponibilizamos informação sempre atualizada das taxas Euribor a 1, 3, 6 e 12 meses.

Qual o impacto da Euribor no Crédito Habitação?

A resposta a esta pergunta depende de outra pergunta: optou por um Crédito Habitação com Taxa Fixa ou Variável?

Se optou ou vai optar pela Taxa Fixa, então não precisa de se preocupar com a Euribor. Contudo, se optou pela Taxa Variável, tal como a grande maioria dos portugueses, então importa perceber o impacto que essa escolha tem na prestação a pagar.

Se contratar um crédito habitação com taxa variável, a taxa de juro a aplicar à sua prestação mensal será formada por estas duas componentes:

Euribor (tendo em conta o prazo de referência de 3, 6 ou 12 meses) + Spread (margem de lucro do banco).

Como a Euribor é uma componente variável da taxa de juro, então se a média subir, a taxa também aumenta (e, por consequência, a prestação a pagar). O mesmo acontece num cenário inverso ou seja, quando desce, a prestação também baixa.

Para o ajudar a perceber o real impacto da Euribor quando é feita a atualização, disponibilizamos gratuitamente um Simulador para a revisão da Euribor. O simulador vai-lhe indicar qual é então a nova prestação que vai ficar a pagar após essa atualização.

Aconselhamos que assista ao vídeo onde explicamos como deve usar o simulador:

_

Leia também: Tudo sobre Crédito Habitação (em vídeo)

Euribor – Conseguiu compreender porque é tão importante?

É muito importante que perceba o que representa a Euribor no seu Crédito Habitação. Assim, ao ter esse conhecimento nas suas “mãos” consegue, de uma forma ponderada, escolher se quer optar pela Taxa Fixa ou Variável.

Quando a Euribor está abaixo de zero, o que acontece desde 2015, normalmente compensa contratar a Taxa Variável. Contudo, o pensamento de que a Euribor possa passar a positivo deve estar sempre na mente de quem faz um Crédito Habitação. Como se trata aqui de um crédito de muitos anos, é necessário perceber que a Euribor pode disparar durante esse tempo. Se isso acontecer, será que continua a conseguir pagar a prestação? É por isso importante ter isso em consideração quando estiver a negociar todas as condições do seu crédito.

Se precisar de ajuda para perceber qual a melhor opção de Crédito Habitação para si, preencha este formulário 📝 e fale connosco. Fique a conhecer as melhores condições do mercado, sem custos para si!

_

Leia também: 5 Dicas para preparar as suas Finanças Pessoais para o Crédito Habitação


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Deixe o seu comentário

Calculadora de Taxa de Esforço

 

NO POPUP AVAILABLE!!