Sabe gerir as suas finanças pessoais?

8 de Fevereiro, 2016 | por CFinanceiro

Sabia que há cursos sobre finanças pessoais que ensinam a aumentar a sua capacidade de GANHAR e RENTABILIZAR o seu DINHEIRO.

Porque é que algumas pessoas parece que conseguem gerir melhor as suas finanças pessoais,  gerar com facilidade mais riqueza e outras pessoas trabalham à 20 ou mais anos e não conseguem ter sequer 1000€ numa conta à ordem para um imprevisto?
Todos nós conhecemos pessoas que são controladas pelo dinheiro quando deveria acontecer o oposto. A gestão das finanças pessoais é um ponto fundamental na vida de todos nós e é por isso que temos que aprender a controlar o nosso dinheiro.  Ao contrário do que pode parecer, a estabilidade financeira depende de ações relativamente simples
Ter um plano financeiro ajuda a ter uma visão melhor do futuro e a definir com mais facilidade objetivos de vida e tomar decisões que necessitem de investimento.
Para isso precisamos de ter dinheiro extra além do necessário para as despesas recorrentes. É por isso que quando recebemos devemos pagar a nós próprios. Com isto refiro-me a retirar 10% do nosso rendimento cada vez que recebemos para, por exemplo, uma conta poupança. Este volume não será para utilizar mas sim para criar o nosso futuro. Assim asseguramos capital suficiente para quando deixarmos de trabalhar e houver uma quebra nos rendimentos. Portanto quanto mais cedo se começar melhor.
O que sugiro também é retirar outros 10% dos rendimentos para dar. É importante, além de pagarmos a nós próprios, retirarmos um pouco para ajudar os outros, como quisermos e quem quisermos. Além de criar valor para si e para os outros uma das coisas mais valiosas é a forma como nos sentimos ao dar. Não se deve fazer apenas quando se é rico ou famoso. Devemos criar esse hábito desde já.
“Terás tudo o que quiseres na vida, se ajudares o número suficiente de pessoas a terem o que querem”
Zig Ziglar
No final ainda terás 80% do teu rendimento para os teus gastos habituais. Planear e monitorizar as finanças pessoais vai ajudar a identificar despesas desnecessárias, controlar os gastos e saber onde colocar o dinheiro em vez de tentar perceber para onde ele foi.
Este é um ponto muito importante da gestão das nossas finanças pessoais. No início de cada ano, trimestre e mês devemos contabilizar as despesas fixas que temos como contas a pagar, seguros, propinas ou mensalidades, rendas, etc. e depois todas as despesas que queremos ter em entretenimento, aquisição de bens materiais, formação, etc. Desta forma teremos maior controlo sobre o quanto precisamos e assim sabemos onde colocar o dinheiro. Todas as futuras despesas devem ser registadas com data e calculadas para definir um orçamento necessário para o mês/trimestre/ano.
Conseguir ter uma vida financeira saudável depende do planeamento e deve ser feito com disciplina porque a riqueza não depende dos rendimentos mas sim da forma como gastamos o dinheiro. Um ponto fulcral para um bom controlo das finanças pessoais é ser rigoroso quanto às movimentações do nosso dinheiro. É necessário registar todas as transações que fazemos, para qualquer valor, seja ele um café, um curso ou uma viagem. Assim poderemos perceber o peso de cada tipo de despesa no orçamento e identificar despesas desnecessárias para ter melhor controlo sobre elas no futuro até eliminar.
Ninguém sabe o que o futuro trará, mas com bom planeamento financeiro podemos descansar que seremos sempre capazes de resistir a dificuldades que possam surgir. Aplicando estas e outras práticas teremos maior probabilidade de atingir estabilidade e sucesso financeiro, criar um futuro melhor e realizar os nossos sonhos.
“O objetivo não é o dinheiro.
O dinheiro não tem qualquer valor.
O valor vem dos sonhos que o dinheiro ajuda a atingir.”
Robert Kiyosaki
Sugestão: Curso Online de Finanças Pessoais
Escrito por:
João Paulo Pereira


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

6 blogs portugueses sobre finanças pessoais

9 de Janeiro, 2016 | por CFinanceiro

Finanças Pessoais – Cada vez mais os portugueses se interessam pelas “Finanças Pessoais”, desta forma este tema desperta uma grande atenção.

Finanças Pessoais – Cada vez mais os portugueses se interessam pelas “Finanças Pessoais”, desta forma este tema desperta uma grande atenção.Existem várias razões para isto, talvez porque cada vez mais queremos estar informados (muito por causa da Internet), aos poucos gostamos de saber o que se passa com o nosso dinheiro, talvez pela crise, etc. No limite, queremos saber como podermos controlar o nosso dinheiro e não ele nos controlar a nós.

Leia também: As 7 melhores formas para poupar em 2019

Fruto deste interesse, são muitos os Blogs que se dedicam a este tema, e que ao longo dos tempos  têm vindo a produzir conteúdos bastante interessantes sobre esta temática e que nos podem ajudar no dia-a-dia. Depois de várias pesquisas no Google e alguma investigação, aqui ficam 5 blogs sobre finanças pessoais que poderão ser úteis.

  • Economia e Finanças: Foi fundado em 2006 e conta com uma equipa de editores especializados em economia. É um blog português bastante frequentado pelos internautas. Contempla informação diversa desde notícias que afectam os bolsos dos portugueses a uma listagem dos melhores depósitos a prazo actualizada mensalmente.

 

  • Pedro e o Blog: É um blog onde poderá “encontrar artigos e ferramentas úteis para a orientação das suas finanças pessoais, um espaço aberto à discussão, onde aprendemos uns com os outros.” Possui uma grande comunidade de leitores e está ligado ao fórum de discussão.( Entretanto foi adquirido pelo Dr. Finanças)

 

  •  Contas Poupança:  Esta página pessoal surge como prolongamento das reportagens realizadas pelo jornalista Pedro Andersson na rubrica “Contas-poupança” no Jornal da Noite da SIC. Há muitos temas e sugestões que por não serem suficientemente importantes para merecerem reportagem ou porque interessam a um reduzido número de pessoas, ficam na gaveta.

 

  • Mais Valias: Trata-se de um blog de Finanças Pessoais com uma vertente de Bolsa, Fiscalidade e Impostos muito forte

 

  • investidor.pt:  Este blog “define-se como um meio de informação, discussão e com um olhar atento a todo o tipo de investimentos e negócios, que sejam acessíveis a uma grande franja da população”.

 

  • Aprender a Poupar: É um blog que tem “como principal objectivo dar dicas, conselhos para poupar dinheiro. Ajudar a obter rendimentos extras através de ideias de negócios, e ainda facultar toda a informação necessária para investir o seu dinheiro e obter algum lucro“.

O Blog Conselhos Seguros   está também no bom caminho para ser uma referencia nesta área, aposta  principalmente em artigos sobre crédito habitação. Assim como o jovem projeto Finanças Simples que de certeza vai dar que falar muito em breve, um excelente site que deve acompanhar.


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

6281 Visualizações

6 Dicas para Melhorar as suas Finanças

17 de Outubro, 2015 | por Frederico Henriques

Como Melhorar as suas Finanças
Com todas as mudanças que existem no quotidiano dos cidadãos nos dias que correm, todos temos noção que o dinheiro que ganhamos por vezes fica curto e não dá para fazer face a todas as despesas durante o mês, Desta forma deixamos aqui algumas sugestões para melhorar as suas finanças pessoais.
Abrir uma conta base Todos sabemos que os bancos cobram comissões de manutenção de conta e outras despesas. Se é daqueles clientes que faz poucas operações bancárias pode abrir uma conta base. Uma conta base  disponibiliza serviços básicos aos particulares a um preço reduzido.
Preparar refeições De manhã a preguiça costuma ser grande, mas se experimentar fazer o seu próprio café e o pequeno-almoço consegue poupar mais do que imagina. Dá mais trabalho do que ir tomar o pequeno-almoço á pastelaria,  mas consegue poupar cerca de 1200 euros por ano. De início custa mas só lhe retira cinco minutos por dia.
Rever assinaturas Utiliza mesmo todas as suas subscrições, que durante os anos foi subscrevendo? Tire uns minutos para cancelar as assinaturas que já não utiliza, desde revistas a clubes e o ginásio. Pode parecer pouco, mas se poupar 25 euros por mês tem 300 euros ao fim do ano para gastar como bem lhe apetecer.

Leia Também: 5 dicas de como gerir o seu dinheiro

Consultar contas Uma boa maneira de conseguir poupar alguns euros, é consultando as suas contas. Entre no site do seu banco e verifique os movimentos que está a efectuar, vais ficar surpreendido com a quantidade de movimentos desnecessários que realiza, e que só fazem com que a sua conta fique cada vez com menos euros. Procure também conhecer os seus produtos financeiros. Se preferir aconselhamento pessoal dirija-se ao banco mais próximo quanto tiver alguns minutos para gastar, como na hora de almoço.
Investigar Outra das melhores formas de nos mantermos atentos e de sabermos mais é melhorando os nossos conhecimentos financeiros. Acompanhe a secção económica do jornal. Investigue sobre investimentos na internet. Leia livros com dicas sobre os investimentos onde tem interesse. Assim conseguirá melhorar os ganhos dos seus investimentos. Experimente descobrir mais informação sobre termos como:

  • Como comprar acções
  • Como investir na dívida pública portuguesa
  • Como investir em imóveis

Direccionar ganhos Outro dos truques para conseguir poupar é planear. Faça um orçamento com os seus ganhos e despesas. Analise onde pode começar a cortar e a poupar mais todos os meses. Atribua uma percentagem dos seus ganhos para os seus gastos, como por exemplo:

  • Prestações – 30%
  • Poupança – 10%
  • Reforma – 10%
  • Despesas familiares – 30%
  • Despesas pessoais – 15%
  • Investimentos – 5%

Utilizando estas dicas vai conseguir fazer uma poupança significativa e vai evitar fazer aqueles gastos supérfluos e desnecessários que no fim contribuem para a sua carteira ficar cada vez mais vazia.
Esperamos que o artigo “6 Dicas para Melhorar as suas Finanças” lhe seja útil, deixe o seu comentário se tiver alguma dúvida ou sugestão.
Quer receber 3 Dicas de poupança todas as semanas? Subscreva já a nossa Newsletter para receber as dicas de poupança no seu email!


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Calculadora de Taxa de Esforço