Como comprar casas penhoradas

28 de Maio, 2016 | por CFinanceiro

Como comprar casas penhoradas

Com a crise que se instaurou no nosso país, cada vez há mais casas penhoradas. E, estas podem ser um excelente negócio para quem procura uma casa a bom preço de mercado.
Ter dívidas ao fisco é um processo muito complicado que pode fazer que os seus bens sejam aprendidos, para servir de garantia para um empréstimo bancário. Ou seja, quando uma pessoa deixa de cumprir os seus deveres fiscais, os seus bens podem ser penhorados. Nestas situações o devedor passa a ser alvo de uma execução fiscal. A penhora tanto pode ser de bens móveis ou imóveis.
Que cuidados devo ter?
Aconselhamos a ter em especial atenção às dívidas às Finanças e aos prazos para liquidar essas mesmas dívidas. Qualquer imposto que tenha que ser pago às Finanças, tem sempre a opção de saldar todas as dívidas num prazo limite – normalmente 30 dias.  Quando passa este prazo, e se a dívida não tiver regularizada, é instaurado um processo de execução final, como já dissemos.
Por isso, tenha atenção aos valores e aos prazos dos impostos. Se tiver atenção a isso, não terá que se preocupar.
Como comprar casas penhoradas
Em contraste com um devedor, uma pessoa que procura uma casa a bom preço de mercado, poderá usar as casas penhoradas a seu favor.  Tanto na página das Finanças como dos bancos pode encontrar inúmeros imóveis penhorados.
No caso da página das Finanças, encontram-se todos os imóveis penhorados pelo Estado, contudo para fazer uma proposta terá de se registar. Os imóveis penhorados podem ser comprados por leilão electrónico, carta fechada ou negócio particular.
Já no caso de comprar um imóvel penhorado a um banco, todo o processo envolvente é muito mais simples e muito semelhante à compra de um imóvel a uma imobiliária.  Esta facilidade deve-se em grande parte aos bancos não terem nenhum interesse em acumular casas penhoradas, pois quanto mais depressa venderem o imobiliário, mais rapidamente recuperam o seu dinheiro. É possível encontrar todas as casas penhoradas pelos bancos nos sites oficiais dos mais diversos bancos como também em várias agências imobiliárias.
Cuidados a ter
Primeiro de tudo deve avaliar muito bem o imóvel penhorado que pretende comprar, não seria a primeira vez que a descrição não correspondia ao verdadeiro cenário presente. Contudo, este é o cuidado mais básico que deve ter. Se o imóvel está penhorado por mais que uma entidade, as coisas tornam-se mais complicadas, pois pode estar à venda só uma parte do imóvel e não todo o imóvel.
Ainda pode acontecer o antigo proprietário ainda habitar no imóvel e recursar-se a sair dele. Neste último caso, a intervenção da polícia e do tribunal são muito importantes.
Vantagens vs Desvantagens
As vantagens de optar por comprar uma casa penhorada são inúmeras, entre elas a facilidade na obtenção de crédito, preço abaixo do valor de mercado, spreads mais baixos e isenção de comissões. No entanto, também existem desvantagens como a localização do imóvel não ser a melhor, o estado de conservação do imóvel e, como já dissemos, o antigo proprietário recursar-se a deixar o imóvel.
Últimas considerações 
Antes de fechar um negócio de uma casa penhorada é importante perceber qual o estado de conservação da casa e se a sua localização era a pretendida. Pois, pode ser um excelente negócio mas se ambos os fatores não forem cumpridos vai ser um negócio que pode não lhe compensar a médio/longo prazo.
Analisar e ver as diferenças entre os imóveis penhorados pelos bancos como pelo Estado também é um bom conselho que podemos deixar. Lembre-se que os bancos tem o maior interesse em vender rapidamente para recuperar o seu dinheiro, podendo assim encontrar bons negócios.


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Imóveis da Banca… Bom ou Mau negócio?

10 de Fevereiro, 2012 | por CFinanceiro

Imóveis da banca

Quando se fala tanto nos “imóveis da banca” decidi escrever um artigo para partilhar alguma das pesquisas que efectuei por várias listagens de bancos.
Para começar o departamento que trata destes imóveis dentro dos bancos tem o nome de Departamento de Desinvestimento.Cada vez mais os bancos estão apostar neste departamento.
Voltando à minha pesquisa, ao contrário do que estava à espera o preço não é a maior vantagem nos imóveis da banca, mas sim as condições do crédito,  spreads desde 1%, isenção comissões de análise do processo, isenção do custo da avaliação, a percentagem de financiamento do valor do imóvel que pode chegar aos 100% e em alguns casos ainda podem financiar mais 10% para obras que sejam necessárias no imóvel. Até para um investidor compensa mais pedir o crédito do que ficar sem “liquidez”.
Vou deixar aqui um exemplo para um imóvel em que o cliente precisa de 100.000€ (89% do valor da avaliação):
Imóvel da Banca: TAN de 2,5%(Spread de 1% + Euribor)
329,78€ x 480 meses= 158.295€
Imóvel “Normal”: TAN de 5,5%(Spread de 4% + Euribor)
515,77€ x 480 meses= 247.570€
Ou seja no final a diferença é quase como pagar mais uma vez o valor do crédito!
No caso de ser um investidor com facilidade consegue que lhe paguem 3,6% de juros líquidos pelo investimento de 100.000€!
Em conclusão os imóveis da banca são um bom negócio, pelo seu custo em caso de precisar de crédito, se ainda conseguir uma compra abaixo do preço de mercado, será a “cereja no topo do bolo”!
Se pretende ter acesso a estes imóveis preencha o seguinte formulário.


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Imóveis da Banca – Diga-nos o que Procura!

25 de Janeiro, 2012 | por CFinanceiro

Imóveis da Banca – Diga-nos o que Procura!

Se está a pensar comprar casa para habitar ou investir preencha o seguinte formulário e tenha acessos aos melhores negócios de imóveis da banca na sua zona!

 
Este serviço resulta da nossa parceria com Decisões e Soluções. A abrangência nacional da Rede Decisões e Soluções, permite-nos oferecer este serviço sem limitação geográfica, os processos são encaminhados para a agência mais próxima do local indicado.
 

Etapas do processo de compra de uma casa ao banco?

 
ANÁLISE – Analisaremos o seu formulário e procedemos à seleção de  imóveis que se enquadrem no seu pedido
CONTACTO – Marcaremos um primeiro contato consigo para aprofundar e confirmar alguns aspetos do seu perfil e das informações fornecidas no formulário
VISITA – Visita aos imóveis entretanto selecionados
RESERVA – Se mostrar interesse em algum dos imóveis, contataremos o banco respetivo e procederemos à sua reserva
PROCESSO – De seguida iniciaremos o processo de montagem do processo de financiamento (se necessário)
CONTRATO – Recolha de toda a documentação para a realização de escritura e registos.


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Calculadora de Taxa de Esforço

 

NO POPUP AVAILABLE!!