Saiba como Identificar o Risco de um Fundo de Investimento

5 de Janeiro, 2019 | por David

Saiba como Identificar o Risco de um Fundo de Investimento

SRRI
Synthetic Risk and Reward Indicator – Este é o nome da matriz que mede o risco de um fundo de investimento, esta matriz classifica cada fundo com um valor ente 1 a 7, quanto menor o valor menos risco tem o fundo.
Esta classificação pode variar ao longo da vida de um fundo, embora o normal seja classificar o fundo com os dados a 3 e 5 anos, incorpora algumas variáveis sendo as principais a rentabilidade versus volatilidade.
É muito normal nos bancos nos “venderem” um fundo dizendo que o mesmo tem risco 1, 2, 3 etc., mas fica uma informação mais especifica a dar ao cliente, raras vezes essa informação é dada porque parte-se do pressuposto que um fundo de risco 1 numa escala de 7 será muito conservador, e um fundo de risco 7 numa escala de 1 a 7 será muito agressivo, mas até onde um fundo é muito conservador? Ou muito agressivo?
Já aprendemos para trás que a escala de risco é dada consoante as variáveis como rentabilidade e volatilidade de um fundo a 3 ou 5 anos, mas não sabemos em termos quantitativos o que isso realmente quer dizer, num fundo de risco 1 tenho garantia de capital? num fundo de risco 4, portanto ali um risco médio, quanto pode o meu dinheiro valorizar ou desvalorizar?

Leia Também: 5 dicas para analisar fundos de investimento

Na verdade temos estado a falar numa escala de risco de 1 a 7, mas isso é apenas um resumo do que é o SRRI, o SRRI tem uma outra escala, se podemos chamar assim, que vai dos 0% a >25%, e aqui sim é onde podemos ter uma ideia de quanto o fundo pode desvalorizar ou valorizar.
Mais importante que dizer que um fundo de risco 4 é um fundo de risco médio, é dizer que esse fundo pode ter desvalorizações até -5% e valorizações que podem ir até +10%.
Podemos assim afirmar que temos uma grande segurança na altura de investir,  porque sabemos até onde o fundo desvaloriza e até onde ele valoriza? bem, claro que estamos a falar em fundos de investimento, que não têm garantia de capital e investem em activos de mercado, há subidas e descidas repentinas, mas todos os fundos são geridos por gestoras que em primeiro lugar não querem que os clientes percam dinheiro, e em segundo lugar querem que os fundos valorizem o máximo possível e que tenham boa reputação, por isso cada fundo tem o seu mandato de gestão onde os gestores tentam a todo o custo colocar o fundo dentro da margem de classificação SRRI.
Vamos agora a alguns exemplos, não dando os nomes dos fundos mas é apenas para exemplo simples.
Fundo de Tesouraria/Mercado Monetário
Olhando para um histórico mais recente desde 2010, foi no ano de 2016 que obteve a rentabilidade mais baixa de +0,06% e a rentabilidade mais alta foi em 2011 com +2,24%, mas como o SRRI é uma medida que mede os dados a 3 e 5 anos, a rentabilidade anualizada a 3 anos é de -0,08% e a 5 anos de +0,12%, o fundo está assim classificado como fundo de risco 1, porque segundo a escala SRRI, este fundo não deveria ter rentabilidades negativas abaixo de -0% e subidas acima dos +0,50%,
Fundo de Acções América
Olhando mais uma vez para o histórico também desde 2010, no ano de 2014 o fundo obteve a rentabilidade mais alta de 28% e a rentabilidade mais baixa foi em 2017 de +5,44%, a 3 anos a rentabilidade anualizada é de +5,31% e a 5 anos é de +10,54%, com estes dados eu diria à primeira vista que é um fundo risco 5, no entanto está classificado como risco 6, isto concerteza será por incorporar mais dados que não temos, e não vamos agora aprofundar, como por exemplo a volatilidade e drawdowns, um fundo pode acabar o ano com uma rentabilidade positiva de 10% mas não quer dizer que em algum mês não tenha caído 20% ( isto só para dar uma ideia ).
Quando um banco vos diz que tem ali um fundo de risco 5 interessante para vos vender, já sabem que na teoria nesse fundo podem ter desvalorizações de 100€ por cada  1.000€ investidos e valorizações que podem ir até 150€ por cada 1.000€ investidos  ( como já se demonstrou para cima as gestoras acabam por não ter limites ).

Leia Também: 5 dicas para quem quer se iniciar em fundos de investimento

A dica principal aqui é dar-vos mais uma ferramenta na análise de um fundo, deixo-vos a seguir os intervalos da escala SRRI para poderem usar.
Esperemos que esta dica vos seja útil
Um bom 2019 e bons investimentos.
Classe de Risco                     SRRI
1                                                 0% – 0,5%
2                                                 0,5% – 2%
3                                                   2% – 5%
4                                                 5% – 10%
5                                               10% – 15%
6                                               15% – 25%
7                                                   >25%


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Calculadora de Taxa de Esforço