Sabe gerir as suas finanças pessoais?

8 de Fevereiro, 2016 | por CFinanceiro

Sabia que há cursos sobre finanças pessoais que ensinam a aumentar a sua capacidade de GANHAR e RENTABILIZAR o seu DINHEIRO.

Porque é que algumas pessoas parece que conseguem gerir melhor as suas finanças pessoais,  gerar com facilidade mais riqueza e outras pessoas trabalham à 20 ou mais anos e não conseguem ter sequer 1000€ numa conta à ordem para um imprevisto?
Todos nós conhecemos pessoas que são controladas pelo dinheiro quando deveria acontecer o oposto. A gestão das finanças pessoais é um ponto fundamental na vida de todos nós e é por isso que temos que aprender a controlar o nosso dinheiro.  Ao contrário do que pode parecer, a estabilidade financeira depende de ações relativamente simples
Ter um plano financeiro ajuda a ter uma visão melhor do futuro e a definir com mais facilidade objetivos de vida e tomar decisões que necessitem de investimento.
Para isso precisamos de ter dinheiro extra além do necessário para as despesas recorrentes. É por isso que quando recebemos devemos pagar a nós próprios. Com isto refiro-me a retirar 10% do nosso rendimento cada vez que recebemos para, por exemplo, uma conta poupança. Este volume não será para utilizar mas sim para criar o nosso futuro. Assim asseguramos capital suficiente para quando deixarmos de trabalhar e houver uma quebra nos rendimentos. Portanto quanto mais cedo se começar melhor.
O que sugiro também é retirar outros 10% dos rendimentos para dar. É importante, além de pagarmos a nós próprios, retirarmos um pouco para ajudar os outros, como quisermos e quem quisermos. Além de criar valor para si e para os outros uma das coisas mais valiosas é a forma como nos sentimos ao dar. Não se deve fazer apenas quando se é rico ou famoso. Devemos criar esse hábito desde já.
“Terás tudo o que quiseres na vida, se ajudares o número suficiente de pessoas a terem o que querem”
Zig Ziglar
No final ainda terás 80% do teu rendimento para os teus gastos habituais. Planear e monitorizar as finanças pessoais vai ajudar a identificar despesas desnecessárias, controlar os gastos e saber onde colocar o dinheiro em vez de tentar perceber para onde ele foi.
Este é um ponto muito importante da gestão das nossas finanças pessoais. No início de cada ano, trimestre e mês devemos contabilizar as despesas fixas que temos como contas a pagar, seguros, propinas ou mensalidades, rendas, etc. e depois todas as despesas que queremos ter em entretenimento, aquisição de bens materiais, formação, etc. Desta forma teremos maior controlo sobre o quanto precisamos e assim sabemos onde colocar o dinheiro. Todas as futuras despesas devem ser registadas com data e calculadas para definir um orçamento necessário para o mês/trimestre/ano.
Conseguir ter uma vida financeira saudável depende do planeamento e deve ser feito com disciplina porque a riqueza não depende dos rendimentos mas sim da forma como gastamos o dinheiro. Um ponto fulcral para um bom controlo das finanças pessoais é ser rigoroso quanto às movimentações do nosso dinheiro. É necessário registar todas as transações que fazemos, para qualquer valor, seja ele um café, um curso ou uma viagem. Assim poderemos perceber o peso de cada tipo de despesa no orçamento e identificar despesas desnecessárias para ter melhor controlo sobre elas no futuro até eliminar.
Ninguém sabe o que o futuro trará, mas com bom planeamento financeiro podemos descansar que seremos sempre capazes de resistir a dificuldades que possam surgir. Aplicando estas e outras práticas teremos maior probabilidade de atingir estabilidade e sucesso financeiro, criar um futuro melhor e realizar os nossos sonhos.
“O objetivo não é o dinheiro.
O dinheiro não tem qualquer valor.
O valor vem dos sonhos que o dinheiro ajuda a atingir.”
Robert Kiyosaki
Sugestão: Curso Online de Finanças Pessoais
Escrito por:
João Paulo Pereira


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Calculadora de Taxa de Esforço

 

NO POPUP AVAILABLE!!