O que é um seguro de capitalização?

21 de Fevereiro, 2019 | por David

Sabe o que é um seguro de capitalização e onde pode contratar?

Para contratar um seguro de capitalização tem de procurar em seguradoras e bancos.
São uma das opções disponíveis para constituir um pé de meia também para a reforma.
O cliente entrega à companhia de seguros um determinado montante que pode ser mensal.
Este capital será devolvido no final do contrato, acrescido do respectivo rendimento, que tem, na maioria das vezes, uma taxa garantida.
Alguns para além da taxa de juro que pode ser garantida, colocam à disposição do cliente um rendimento superior.
Como também é um seguro de vida, é também conveniente designar  quem receberá o capital em caso de morte do segurado.

Leia Também: Os depósitos a prazo têm risco? Vale a pena investir?

Caso contrário, este reverterá a favor dos herdeiros legais de forma automática.

Posso entregar qualquer valor?

No inicio do contrato, o tomador do seguro entrega um valor mínimo definido pela seguradora, podendo depois adicionar um plano de entregas mensal ou outro a definir.

E a segurança deste tipo de produto?

Os seguros de capitalização são considerados aplicações muito seguras, têm uma supervisão muito apertada às garantias oferecidas pelos próprios produtos.
No entanto, e embora o risco de cada seguro seja normalmente reduzido, actualmente é possível encontrar seguros que não usufruem de garantia de capital, os chamados Unit Linked que pretendemos vir a falar deles futuramente.

Isso são os seguros, e a seguradora?

O risco de uma seguradora ir à falência é relativamente muito baixo.
A capacidade da companhia para pagar aos investidores é assegurada pelas provisões (dinheiro posto de lado para fazer face a problemas futuros) que a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões obriga a constituir.
Uma curiosidade, sabe quantas companhias de seguros já faliram em todo o mundo?
Resposta: Nenhuma

E quais os custos?

Os custos dependem da seguradora e do produto em questão.
Mas não se deve livrar do custo de gestão anual, e provavelmente de resgate antecipado, normalmente hoje em dia não há custos de subscrição.
Fiscalidade é também ela um ponto a favor deste tipo de produto.
Já falamos aqui nas vantagens em termos fiscais dos PPR.

Leia também: 5 Razões para fazer uma PPR

Ora, os seguros também usufruem de vantagens fiscais, não na entrada, uma vez que já há muitos anos que os mesmos deixaram de poder declarar no IRS, mas na saída.
As taxas de IRS na saída são:
Até 5 anos: 28%
A partir dos 5 anos: 22,4%
A partir dos 8 anos: 11,2%
Basicamente os seguros são aplicações muito seguras, que constituem uma boa opção para um pé de meia.
Actualmente pecam um pouco pelas rentabilidades um pouco à semelhança dos PPR em forma de seguro.
Esperamos que o artigo “O que é um seguro de capitalização?” lhe seja útil, deixe o seu comentário se tiver alguma dúvida ou sugestão.


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

138 Visualizações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Calculadora de Taxa de Esforço