Leasing Imobiliário: é uma boa opção para comprar casa?

29 de Abril, 2021 | por Cláudia Oliveira

Leasing Imobiliário

O Leasing Imobiliário é uma solução de financiamento para a compra ou construção de imóveis. Entenda como funciona esta alternativa ao Crédito à Habitação.

Para quem procura comprar ou construir um imóvel e precisa de um empréstimo, o Crédito à Habitação é muitas vezes visto como a única solução existente. Contudo, existe outra alternativa de financiamento – o leasing imobiliário. Entenda o que é, como funciona e quais as vantagens e desvantagens relativamente ao Crédito à Habitação.

Como funciona o Leasing Imobiliário?

De uma forma simples, o leasing imobiliário é uma solução muito semelhante ao arrendamento. Ou seja, o cliente vive numa determinada casa e paga uma renda, tal como no arrendamento. Contudo, através do leasing imobiliário, esse cliente, após o prazo definido para o contrato, pode comprar efetivamente a casa pelo seu valor residual. E o que é o valor residual? É o valor da casa ao qual foi subtraído todas as rendas que foram pagas.

Este tipo de financiamento acontece através de um contrato de locação financeira. O locador (normalmente é um banco) disponibiliza uma habitação a um locatário (inquilino) que pagará a renda.

Ao nível das condições exigidas, é importante conhecer os prazos neste tipo de contrato. Em Portugal, o prazo dos contratos de leasing pode ser de 7 anos (mínimo) a 30 anos (máximo). Contudo, há um limite de 75 anos de idade. Ou seja, dentro do prazo, o locatário não pode atingir os 75 anos de idade.

_

Leia também: Tudo sobre Crédito Habitação (em vídeo)

Quais são as vantagens e desvantagens?

Tal como no Crédito à Habitação ou num contrato de arrendamento, também no leasing imobiliário há vantagens e desvantagens.

VANTAGENS

  • Isenção do Imposto de Selo: esta é uma vantagem em relação à aquisição da casa com recurso ao Crédito à Habitação. No contrato de leasing, o locatário está isento do imposto de selo, o que representa uma poupança significativa;
  • Pouco investimento inicial: o leasing é uma boa solução para quem tem pouco ou nenhum capital inicial para investir;
  • Flexibilidade para comprar a casa: esta é uma vantagem relativamente ao pagamento de renda. No final do contrato, o locatário pode adquirir a casa pelo seu valor residual. Ou seja, todas as rendas pagas são um investimento para a compra da casa, o que não acontece num contrato de arrendamento. Em todo o caso, o locatário pode decidir cancelar o contrato sem adquirir o imóvel;
  • Possibilidade de arrendar a casa: ou seja, o locatário pode, durante o contrato, arrendar a casa a terceiros se assim o entender.

DESVANTAGENS

  • Não há o direito à isenção do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI): existem algumas situações em que o proprietário de uma casa fica isento do pagamento do IMI (por exemplo, no caso do agregado familiar ter baixos rendimentos). Contudo, através do leasing imobiliário, não há lugar a esta isenção;
  • Necessidade de contratar um seguro multirriscos e um seguro de vida: esta é uma desvantagem relativamente a um contrato de arrendamento porque a contratação dos seguros aumenta a despesa total. Contudo, num Crédito à Habitação, esses seguros também são necessários;
  • Maior facilidade para um processo de penhora: se existir incumprimento no pagamento das rendas, o processo de penhora é mais fácil. Isto acontece porque a casa não é do locatário, mas sim do banco;
  • Pouca oferta no mercado: o leasing imobiliário para particulares ainda não é uma opção disponibilizada por todos os bancos. Ou seja, a oferta existente é reduzida.

Apesar de todas estas vantagens e desvantagens, importa referir que deve analisar junto do banco todas as condições e benefícios.

_

Leia também: Seguro Vida Crédito Habitação – Dúvidas

Quem disponibiliza o Leasing Imobiliário?

Os bancos são as principais entidades a disponibilizar o leasing imobiliário. Como referimos no ponto anterior, o leasing imobiliário para particulares ainda não é uma solução que se encontre facilmente no mercado em Portugal. Contudo, para empresas já existe uma maior oferta. Em todo o caso, é possível encontrar este produto para particulares na Caixa Geral de Depósitos com estas condições:

Leasing Imobiliário da Caixa Geral de Depósitos

Finalidade: compra, construção ou realização de obras na habitação permanente, secundária ou arrendamento, ou ainda a aquisição de garagem.

Prazo: máximo de 30 anos (limite de 75 anos de idade) e mínimo de 7 anos.

Taxa de juro: taxa variável indexada à Euribor 12M, acrescida de spread.

Montante: até 100% do valor de aquisição, desde que o valor de avaliação seja igual ou superior ao montante total do financiamento.

Reembolso: rendas mensais, antecipadas, constantes e compostas de capital e juros, com exceção da primeira que, na sua totalidade, constitui amortização de capital. O valor residual, definido no início do contrato, corresponde à parcela do financiamento que deverá ser amortizada no termo do mesmo, desde que o locatário exerça o seu direito à opção de compra do imóvel.

Obrigações: garantia e seguros obrigatórios, constituídos por livrança e seguros multirriscos e de vida, respetivamente.

Encontra todas as informações aqui.

Leasing Imobiliário – É melhor opção do que o Crédito à Habitação?

Como já vimos, o leasing imobiliário pode ser uma boa opção para quem tem pouco ou nenhum capital inicial para investir. O financiamento a 100% é talvez a grande vantagem do leasing imobiliário em relação ao Crédito à Habitação, especialmente para os jovens com poucas poupanças. Contudo, isso não significa que a despesa mensal será mais reduzida, pelo contrário. O facto do prazo do contrato de leasing ter um limite de 30 anos e o financiamento ser a 100%, pode significar um encargo mensal mais elevado. Por isso, é importante fazer contas e perceber se os rendimentos suportam essa despesa.

Se está com dúvidas sobre qual é a melhor opção, o nosso conselho é que compare o leasing imobiliário com uma proposta de Crédito à Habitação. Para isso, deve fazer duas coisas: informar-se junto do banco sobre as condições do leasing imobiliário e preencher este formulário de Crédito à Habitação para receber uma proposta adequada ao seu caso. Depois, basta comparar as duas soluções e avaliar qual é a mais vantajosa para o seu caso em particular.

Se ficou com curiosidade sobre este tema ou tem alguma dúvida, então assista ao nosso programa dos 3 Consultores sobre leasing imobiliário:

_

Leia também: Crédito Habitação – Uma equipa de profissionais a trabalhar para si!


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Deixe o seu comentário

Calculadora de Taxa de Esforço

 

NO POPUP AVAILABLE!!