Covid-19: Ganhe um dinheiro extra a partir de casa

28 de Setembro, 2020 | por Cláudia Oliveira

dinheiro extra

Tem sido afetado pelo Covid-19 na sua vida profissional e financeira? Ficou sem trabalho ou viu os seus rendimentos reduzidos por causa da pandemia? Então este artigo vai ajudá-lo.

Com o objetivo de ajudá-lo nesta fase menos positiva, reunimos neste artigo 8 estratégias que o podem ajudar a ganhar algum dinheiro extra ao final do mês.

1. Cozinhe para fora

Tem jeito para cozinhar? Então aproveite esse talento e comece a cozinhar para fora. Contudo, não precisa de o fazer diariamente. O fim de semana ou as folgas podem ser suficientes para preparar e vender alguns produtos como bolos, salgados ou até congelados preparados por si.

Se está desempregado, então nesse caso pode cozinhar todos os dias refeições para fora. Lembre-se de que a pandemia também facilitou o consumo de comida via takeaway e as pessoas procuram mais esta forma de consumo do que as idas aos restaurantes.  Então use isso a seu favor.

Porém, lembre-se de que, quem não é visto, não é lembrado. Comece por vender a sua comida a familiares, amigos e vizinhos enquanto não tem visibilidade no mercado. 

Enquanto isso, vá apostando na sua presença digital: estruture o seu negócio, crie as redes sociais e aposte em boas fotografias. Não se esqueça de incluir todas as informações relativas a entregas e alimente as redes sociais com frequência. Quem sabe se daqui não nasce um novo caminho profissional?

2. Ajude os outros

Já pensou que a tarefa de ir ao posto de correios pode ser simples para si mas muito complicada para outras pessoas? Motivos como falta de tempo, meio de transporte ou fraca mobilidade, podem condicionar as pessoas na realização das tarefas mais simples.

Se tem maior disponibilidade de tempo, porque não ajudar essas pessoas e realizar as tarefas por elas?

Procure estruturar a sua ideia e anote todas as tarefas para as quais estaria disponível. Nós deixamos aqui algumas ideias:

  • Pagar as contas mensais: luz, água, telecomunicações, lixo, renda, telemóvel, etc. Acorde a melhor forma de pagamento com a pessoa que vai ajudar (entregue sempre os comprovativos de pagamento);

  • Fazer as compras semanais: ir ao supermercado, feira, peixaria, padaria ou talho. Tudo é viável;

  • Limpar a casa: caso não tenha qualquer problema com esta tarefa mais árdua, ofereça-se para ajudar nas limpezas semanais;

  • Cozinhar: pode fazê-lo na casa da pessoa ou então na sua e depois entregar pronto;

  • Levar os animais a passear: são cada vez mais as pessoas com animais domésticos mas algumas, por falta de tempo, acabam por não garantir os passeios diários. Se gosta de animais, tem aqui uma boa oportunidade;

  • Servir de “condutor”: pessoas mais idosas, tendem a ter maiores dificuldades para se deslocarem. Ofereça-se para as levar onde necessitam de ir;

  • Realizar pequenas obras ou arranjos: tem jeito para pintar, tratar de jardins ou fazer pequenos arranjos? Então aproveite esse talento para fazer algum dinheiro extra.

Estas são apenas algumas ideias mas existem uma infinidade de tarefas que pode realizar. Faça também um levantamento junto das pessoas que vai ajudar e tente perceber se existem mais tarefas onde possa ser útil.

Não se esqueça de definir com clareza quanto e quando quer receber pelas tarefas. Se tiver dúvidas, pode começar por definir um valor por hora. Depois, basta anotar quantas horas perdeu com determinada tarefa e apresentar as suas contas.

_

Leia também: As 7 melhores formas para poupar em 2020

3. Venda produtos que já não usa

É ou não é verdade que tem várias coisas aí em casa que já não utiliza? Então comece por fazer um inventário do que tem inutilizado: roupa, eletrodomésticos, mobília, calçado, peças decorativas, etc.

Depois de fazer esse inventário, faça uma seleção dos produtos que ainda se encontram em bom estado e comece a fotografar. Contudo, não tente vender produtos em mau estado, não será vantajoso para si e só irá criar problemas com o comprador.

Se a lista for extensa, aconselhamos que crie um pequeno documento Excel ou uma simples tabela numa folha para anotar os preços que definir e controlar as vendas.

Como a pandemia acabou com algumas das feiras de produtos usados, o nosso conselho é que só venda os produtos através de plataformas digitais ou em pequenas vendas de garagem para pessoas mais próximas. Deixamos aqui algumas sugestões:

Por outro lado, se já está habituado a vender nestas plataformas, aproveite e ajude também a vender os produtos de outras pessoas. Ofereça-se para fotografar e colocar os produtos online. Depois, defina como quer se pago: receber pelo serviço ou ganhar uma pequena comissão por venda.

_

Leia também: 9 Truques para Poupar Dinheiro em Roupa

4. Venda a sua arte

Tem algum talento escondido que lhe pode render algum dinheiro extra? Então está na altura de o tornar visível.

Pintar, desenhar, bordar, fotografar, costurar, fazer arranjos florais ou peças de artesanato – tudo é válido. Então aproveite esse talento, fotografe os seus produtos, defina preços e coloque-os à venda.

Por outro lado, também pode e deve optar por vender os seus serviços paralelamente aos produtos que vai produzindo. Ou seja, ofereça-se para personalizar as suas obras à medida do cliente e cobre um valor superior por essa personalização.

Pode vender os seus produtos nas plataformas digitais que mencionamos no ponto anterior. Acrescentamos aqui a sugestão da plataforma Etsy , totalmente dedicada a produtos feitos à mão e material de artesanato. É um portal com muito tráfego, sendo um bom canal para os seus produtos ganharem a visibilidade que merecem.

Por outro lado, se tem um talento especial para captar boas fotografias, aproveite e coloque-as à venda. Existem vários sites onde o pode fazer: iStockphoto, BigStockPhoto, Dreamstime ou Shutterstock

A somar a isso, porque não assumir as fotografias de eventos especiais como casamentos, festas de aniversário ou momentos especiais? A pandemia veio limitar a realização deste tipo de eventos mas eles continuam a acontecer, com o devido respeito pelas normas impostas. Aproveite e ofereça os seus serviços!

5. Crie uma loja online

Seja para vender os seus produtos ou revender, criar uma loja online pode ser uma boa fonte de dinheiro extra. Para isso, pode começar por fazê-lo através das redes sociais e testar se o seus produtos têm sucesso. Depois, pode avançar para plataformas como Wix, Shopify ou WooCommerce.

Atualmente não precisa de ter conhecimentos de programação para conseguir criar uma loja online. Por isso, recorra aos templates disponíveis nestas plataformas, prontos a utilizar, e comece já a vender. Tenha apenas o cuidado de garantir boas fotografias e um bom serviço ao cliente. Não vale a pena querer vender imensos produtos e falhar na hora de vender ou entregar ao cliente.

6. Dê explicações ou aulas

Tem formação ou conhecimentos em determinada área pedagógica? Então faça render os seus conhecimentos e dê explicações ou aulas.

Pode tentar fazê-lo por conta própria, oferecendo os seus serviços diretamente a conhecidos e familiares ou associar-se, por exemplo, a centros de explicações. 

Por outro lado, também se pode inscrever na plataforma online Learnify , um portal totalmente dedicado a explicações. Contudo, neste caso, a Learnify fica com uma comissão de 35% por cada aula. Apesar deste aspeto negativo, a plataforma oferece-lhe maior visibilidade online, o que pode representar mais alunos interessados e mais dinheiro ao final do dia.

7. Preencha inquéritos online

Já pensou que pode ganhar algum dinheiro simplesmente por dar a sua opinião? É verdade! Através de plataformas como a Sua Opinião Conta, Netsonda, Opiniões de Valor, pode fazer algum dinheiro extra por responder a inquéritos.

Porém, não fique a contar com rendimentos muito avultados. A tarefa é simples, existem muitas pessoas e plataformas a fazê-lo e por isso o valor pago pode não ser muito tentador. Contudo, é sempre um dinheiro extra que o pode ajudar a enfrentar as suas despesas.

Mas atenção, em alguns destes sites só consegue receber em vales ou cupões para descontar noutras lojas. Por isso, verifique a lista de parceiros antes de se inscrever e avalie se é do seu interesse ter esses vales nas lojas parceiras.

8. Traduza Textos

Se consegue facilmente traduzir textos para português ou outro idioma, então use essa vantagem a seu favor. Mas atenção, não basta saber escrever em Português. É preciso que consiga entender outras línguas para conseguir traduzir para português.

Para oferecer os seus serviços de tradução ou revisão, pode recorrer a plataformas como a Unbabel ou Fiverr

Enfrentar o Covid-19 – Já sabe como pode fazer um dinheiro extra e fazer frente às consequências da pandemia?

Existem uma infinidade de dicas que ficaram por apontar mas faça uma coisa: pare e questione-se sobre os seus talentos e aquilo que gosta de fazer. Depois, pense na comunidade que o rodeia e nas suas necessidades. Será que consegue aliar as duas coisas e criar um pequeno negócio rentável? Nós acreditamos que sim, basta puxar pela sua criatividade e colocar em prática as suas ideias.

Atualmente tudo é bem mais simples com os canais digitais. Por isso, use-os a seu favor e torne os seus produtos e serviços visíveis. Quem sabe se destes extras iniciais não nasce uma nova profissão a tempo inteiro.

_

Leia também: 7 despesas que prejudicam as suas finanças


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

Deixe o seu comentário

Calculadora de Taxa de Esforço

 

NO POPUP AVAILABLE!!