Adiamento de Prestações Crédito Habitação com o Banco – COVID-19

23 de Março, 2020 | por CFinanceiro

Vários bancos anunciaram que vão permitir o adiamento de Prestações

CGD, BPI, Santander e Montepio são os primeiros anunciar este mecanismo devido a pandemia do Covid-19, de certeza que a maioria vai seguir o mesmo caminho nas próximas semanas.

Os bancos estão a criar mecanismos que visam apoiar as famílias e empresas, no que toca ao cumprimento das obrigações de prestações, tendo em conta o visível impacto que este vírus está a impor nas nossas carteiras.
Neste caso concreto, todos os clientes particulares que tenham prestações a pagar, quer de crédito habitação ou outros créditos, podem solicitar ao banco o adiamento do pagamento das mesmas. Obviamente obedecendo a critérios impostos para tal. Sabemos que um dos principais critérios, será ter todos os pagamentos em dia na data do pedido.

Leia Tambem: Como pouparam 40.000€ por transferir o Crédito habitação

Até ao momento, CGD, BPI, Santander e Montepio, já anunciaram que vão aderir, estando a criar um mecanismo, com vista a ajudar as famílias.
Contudo nos nossos ‘’bastidores’’, tem sido um dos principais temas analisados, e acreditamos que todos os restantes bancos irão aderir, apenas aguardam diretrizes do Banco de Portugal e Banco Central Europeu.

No caso da CGD, basta enviar uma mensagem na caixa direta on-line. Solicita a analise e inclusão desse apoio, que tem um caracter vinculativo e será respondido o mais breve possível.
Nos restantes bancos já aderentes, aconselhamos a contactar o gestor de conta ou a linha de apoio.

Na prática em que consiste esta ajuda?

Consiste no adiamento de amortização de capital pelo período de 6 meses (por agora) existindo várias formas de poder ser reposto:

  • diluído nas prestações seguintes;
  • criação de um valor residual pelo montante de capital diferido;
  • aumento de prazo pelo número de prestações adiadas;

Nota: continua a ter encargo mensal com os empréstimos, apenas serão pagos os juros dos empréstimos, que diz respeito a uma parte da prestação mensal.

Claro que, este pedido do ponto de vista de negócio financeiro, fornece claramente um balão de oxigénio, mas só deve ser pedido por quem precisa mesmo, ou ache que ira precisar. Isto porque, o facto de o banco conceder estes benefícios, também significa que o cliente vai pagar juros 2 vezes pelo mesmo dinheiro! Não sendo uma solução perfeita, em tao pouco tempo, parece-nos a melhor solução para nos proteger deste maldito vírus!

Se for um dos interessados nesta solução, não espere mais, contacte o seu banco pelas vias acima enunciadas.


Partilhe este artigo

Facebook Twitter Email LinkedIn Reddit WhatsApp Telegram

12562 Visualizações

10 respostas a “Adiamento de Prestações Crédito Habitação com o Banco – COVID-19

    1. Bom dia quem tiver o crédito habitação bonificado não tem direito a ajuda, pois eu tenho crédito bonificado e a CGD não me ajuda por ter esse crédito infelizmente é o país que temos

  1. Boa tarde eu tenho um crédito habitação no montepio geral e liguei para lá eles dizem que ainda não foi aprovado podem ajudar-me obrigada

  2. Uma vergonha
    Os juros sao superiores na maioria dos casos em relacao ao abatimento
    Os juros e o lucro do banco sepagamos a cabeca esta garantido o lucro deles e se levarem juros por pagar o restante ganham 2 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Calculadora de Taxa de Esforço