Histórico – Euribor seis meses em valores negativos na média mensal

Euribor seis meses em valores negativos na média mensal, pela primeira vez, depois de a taxa a três meses já ter descido para terreno negativo em maio.

A Euribor seis meses fixou-se em -0,014%, já a Euribor três meses fixou-se -0,086%.

Relacionado: Todas a taxas atualizadas

Mais de metade dos contratos de crédito à habitação são indexados à taxa Euribor seis meses, tal irá significar uma redução da prestação mensal, com impacto imediato para aquelas cujas prestações tenham o valor atualizado já em dezembro.

Com as taxas Euribor em valores negativos, coloca-se a questão de saber como é que os bancos calculam as prestações nos contratos com os clientes.

O Banco de Portugal, já no inicio deste ano, publicou uma carta-circular onde explica a sua posição sobre a legislação em vigor: “não podem ser introduzidos limites à variação do indexante que impeçam a plena produção dos efeitos decorrentes da aplicação” .

A Deco disse recentemente à Lusa que, até ao momento, recebeu apenas uma queixa de um cliente bancário e que a situação foi prontamente resolvida pelo banco em causa.

No entanto, afirmou, na mesma altura, que continuará vigilante, sobretudo porque a grande maioria dos créditos à habitação está indexada à Euribor seis meses, que só em novembro desceu para valores negativos na média mensal, que é usada para calcular a prestação do crédito a habitação.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de mais de 50 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário. Em Portugal, a Caixa Geral de Depósitos faz parte deste painel.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.