Como fugir das Comissões bancárias

Hoje em dia todas as pessoas que trabalham ou trabalharam possuem uma conta multibanco. Este método de retenção de dinheiro continua ainda a ser um dos mais seguros uma vez que, estando depositado num banco, assegura-se que o mesmo se mantém no seu controlo precisando apenas de ter o cartão de levantamentos consigo.

Indo de encontro ao título do artigo, “Como fugir das Comissões bancárias” é um dos grandes problemas evidenciados pelas pessoas que têm conta multibanco é que têm visto serem-lhes cobradas taxas pela posse do mesmo.

Bom, “têm visto” as que estão mais atentas aos seus extractos bancários, pois as que apenas utilizam este serviço como “serviço diário” de levantamento de dinheiro sem inspeccionarem os extractos, não sabem sequer por vezes da existência destas taxas.

No artigo de hoje iremos dar-lhe algumas dicas de como poderá fugir a essas comissões bancárias bem como verificar quanto é o valor das mesmas ou até perceber assim se não tem quaisquer problemas com o assunto.

Para ter uma pequena noção, cerca de 40% destas comissões bancárias fazem parte do fluxo dos bancos, sim… 40% de milhões de euros.

Ter uma conta aberta nos dias de hoje dá, logo apartida, despesas por a ter criada independentemente que tenha lá muito ou pouco dinheiro, o que faz com que os clientes percam dinheiro “por nada”.

Se tem um crédito habitação com spreads baixos, saiba desde já que se poderá sentir “preso” pois como saberá, ter um spread baixo num crédito nos dias de hoje é muito difícil, portanto, se está nessa situação pense duas vezes pois poderá não lhe compensar mudar de banco.

Se está fora dessa situação, deixamos em baixo uma pequena lista dos bancos com taxas mais caras e dos bancos com taxas mais baratas (relativamente a domiciliação de ordenado, cartão de crédito e 1 transferência/mês através de internet):
BBVA – 114,23€
Deutsche Bank – 101,72€
Santander Totta – 83,64€
Crédito Agrícola – 76,96€
Banco Popular – 43,68€

Porém, e como referido em cima, tem aqui a possibilidade de poder mudar para um banco que lhe cobre taxas mais baratas, tais como:
Bankinter – 6,24€
Novo Banco – 12,48€
Banco BIC – 13,00€

Por parte da DECO, é de ressalvar que, supostamente os bancos podem cobrar o valor de taxa que quiserem, sem que ninguém possa fazer nada, a não ser mudar de banco. A única solução seria o Parlamento criar uma lei que travasse este problema, contudo, a mesma ainda não existe.

SABE QUANTO PAGA POR MÊS DE TAXA DE GESTÃO DO CRÉDITO À HABITAÇÃO?

Se um banco lhe quiser cobrar a partir de amanhã 30€ mensais nada poderá fazer a não ser procurar outro prestador de serviços.

Ainda assim, existem bancos que felizmente permitem poupar pois não cobram quaisquer taxas sobre os cartões, e são eles:
– Activo Bank
– Atlântico
– Banco CTT
– Best Bank
– BIG
– Banco BNI

Como vê, nestes últimos casos, poderá ter uma poupança enorme se fizer a mudança ou criação de raiz de uma conta nos mesmos pois ainda são os únicos que, há data de hoje, não fazem cobranças sobre contas.

Faça as contas, verifique bem os seus extractos e caso possa fazer a mudança para algo mais barato ou gratuito relativamente às taxas, não hesite.

Deixar uma resposta