Conselhos para poupar no crédito habitação

Conselhos para poupar no crédito habitação

Acima de tudo é preciso estar informado das condições de várias instituições financeiras. Esse é o primeiro passo para começar a poupar no crédito habitação logo desde início, o que se torna fácil se recorrer aos serviços de especialistas. 
 
  • Spread – O mais conhecido de todos, no fundo esta taxa representa a rentabilidade e o risco que o banco está a assumir ao disponibilizar o crédito. É importante ter um bom spread mas há mais factores importantes.
  • TAE – A taxa anual efectiva representa o custo total do empréstimo, pois inclui indexante (Euribor), spread e outros custos como seguros, portanto, quanto mais baixa, mais está a poupar. Embora deve ter atenção que muitas vezes pode estar a comparar coisas diferentes, basta por exemplo que a cobertura do seguro vida não seja a mesma.
  • Adesão a outros produtos – Normalmente os bancos oferecem as melhores taxas a quem adere a uma maior quantidade de produtos da instituição, nomeadamente, cartões de crédito, seguros, PPRs e outros. Tem que fazer contas e perceber se compensa usufruir das taxas baixas com todos esses encargos adicionais, ou então não aderir aos produtos e ter uma taxa mais alta. Os seguros vida do crédito normalmente é um dos produtos que compensa fazer fora do banco.  É necessário perceber de qual das formas o crédito fica mais barato
  • Amortizar – Existem duas boas alturas no ano para o fazer. Na altura dos subsídios de Natal e de férias. Isto vai permitir-lhe reduzir o prazo e os juros do empréstimo. Embora deve sempre fazer contas ao que pode rentabilizar caso invista esse dinheiro em vez de amortizar. Na nossa opinião o facto de ter liquidez também é importante, se conseguir ter melhores condições ao investir ou até iguais, não amortize.

One thought on “Conselhos para poupar no crédito habitação”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.